Tecnologia do Blogger.

{Tag} Um olho na bola...O outro nos livros

Imagem
Oi gente!
Já faz um bom tempo que não posto uma Tag por aqui e aproveitando o clima de copa do mundo, vou responder um desafio que tem tudo a ver com o tema: criada pelo blog Arquivo Passional, o objetivo é associar um livro a cada componente de uma partida de futebol. Então, vamos lá!

Um livro que FALTA na minha estante:

Thaís, a bela do Éden
Autor: Marta Doreto de Andrade
Ano: 2003
Páginas: 264

Pela milésima vez, ela retira o anel do dedo e lê, no fino aro de ouro, o nome ali gravado: Arthur. Fita um a um os caracteres levemente inclinados daquele nome, como a esperar que lhe evoquem algo. Assim começa a história de Thaís, a jovem que, na concretização de um ideal, a obra missionária, viu-se obrigada a lutar por um amor que o tempo não pôde apagar.


Há muito tempo desejo esse livro antes mesmo de lê -lo e me apaixonar pela história e seus personagens. Pena que a edição dele está esgotada e não há previsão de uma nova edição ser lançada.

Um livro com a LATERAL muito linda:

Trilogia "As crônicas dos Kane"
Autor: Rick Riordan
Ano: 2010 a 2012
Páginas: 1.198
Livro #1: Os irmãos Carter e Sadie Kane vivem separados desde a morte da mãe. Sadie é criada em Londres pelos avós, e Carter viaja o mundo com o pai, o Dr. Julius Kane, um famoso egiptologista. Levados pelo pai ao British Museum, os irmãos descobrem que os deuses do Egito estão despertando. Para piorar, Set, o deus mais cruel, tem vigiado os Kane. A fim de detê-lo, os irmãos embarcam em uma perigosa jornada - uma busca que revelará a verdade sobre sua família e sua ligação com uma ordem secreta do tempo dos faraós.
Vou abrir uma exceção e em vez de colocar um livro vou indicar três: A série que conta a história dos irmãos Kane possui em suas laterais desenhos e cores vibrantes, o que torna difícil dizer qual dos três é mais bonito.

Um livro que ando esmurrando pra ESCANTEIO:
Fuga do campo 14
Autor: Blaine Harden
Ano: 2012
Páginas: 232
Ele viveu 23 anos de sua vida no Campo 14, um dos imensos complexos para presos políticos, localizado cerca de 80 km ao norte da capital Pyongyang. É um distrito de controle total, para casos considerados irredimíveis, de onde ninguém sai com vida. Ao contrário de outros norte-coreanos, seus residentes não merecem sequer receber doutrinação ideológica. Sua sina é escravizar-se 12 a 15 horas por dia em minas de carvão, fábricas e fazendas até encontrar a morte em execuções sumárias, acidentes de trabalho ou doenças relacionadas à desnutrição. Quem nasce no Campo 14 está sujeito a uma condenação perpétua para sanar os supostos delitos dos antepassados. As crianças aprendem a sentir vergonha de seu sangue traiçoeiro e a “lavar” sua herança pecaminosa delatando os próprios pais. De lá, ninguém foge.Shin é a exceção. Ele sobreviveu às cercas eletrificadas da prisão e, mesmo sem conhecer qualquer pessoa no mundo exterior, deixou para trás a Coreia do Norte. Mas, além das cicatrizes das torturas que sofreu, também carrega consigo as marcas de uma infância sem amor e um terrível segredo do passado.
Fuga do Campo 14 revela com riqueza de detalhes o cotidiano árido e sem perspectivas dos prisioneiros políticos na Coreia do Norte. Em um relato surpreendente e arrebatador, o jornalista Blaine Harden lança luz sobre uma realidade sinistra, que até então permanecia oculta e impenetrável aos olhos do Ocidente. Com sensibilidade, ele acompanha a impressionante jornada de Shin rumo à liberdade.
Fuga do campo 14 trata-se de uma biografia, gênero que não costumo ler com frequência e nem está entre meus temas favoritos. Talvez seja esse o motivo de estar adiando tanto a leitura.


Um livro que tenha sido um LANCE DUVIDOSO, polêmico:
 A culpa é das estrelas
Autor: John Green
Ano: 2012
Páginas: 288
Hazel foi diagnosticada com câncer aos treze anos e agora, aos dezesseis, sobrevive graças a uma droga revolucionária que detém a metástase em seus pulmões. Ela sabe que sua doença é terminal e passa os dias vendo tevê e lendo Uma aflição imperial, livro cujo autor deixou muitas perguntas sem resposta. Essa era sua rotina até ela conhecer Augustus Waters, um jovem de dezessete anos que perdeu uma perna devido a um osteosarcoma, em um Grupo de Apoio a Crianças com Câncer. Como Hazel, Gus é inteligente, tem senso de humor e gosta de ironizar os clichês do mundo do câncer - a principal arma dos dois para enfrentar a doença que lentamente drena a vida das pessoas. Com a ajuda de uma instituição que se dedica a realizar o último desejo de crianças doentes, eles embarcam para Amsterdã para procurar Peter Van Houten, o autor de Uma aflição imperial, em busca das respostas que desejam. Inspirador, corajoso, irreverente e brutal, A culpa é das estrelas é a obra mais ambiciosa e emocionante de John Green, sobre a alegria e a tragédia que é viver e amar. 

Sim... Apesar do número de fãs que o livro possui, as críticas surgiram na mesma proporção, dentre elas a de que a história tornou-se uma "modinha". As opiniões divergem e o livro causou muito falatório tempos depois de sua publicação.

Um livro que foi um TIRO DE META no seu coração:
A imperatriz dos etéreos
Autora: Laura Gallego García
Ano: 2008
Páginas: 288
Quem teria coragem de enfrentar grandes perigos para salvar a vida de um amigo? Vivendo num tempo em que nosso mundo se reduziu a uma imensidão branca de gelo, Bipa, uma jovem destemida, percorre um longo e gelado caminho em busca do palácio da misteriosa Imperatriz dos Etéreos. Protegida por seu ópalo e confiante nos poderes da Deusa, faz tudo isso para salvar o sonhador Aer e levá-lo de volta à segurança do lugar onde habitam, as Cavernas. Bipa tinha sete anos quando ouviu falar da lenda sobre a Imperatriz dos Etéreos e o seu reino, onde não existe sofrimento, não se passa frio e não é necessário comer, porque nunca se tem fome. Ao contrário das outras crianças, que podiam passar horas ouvindo sobre os mistérios deste lugar, Bipa não achava a menor graça e se irritava com Aer, um menino estranhamente atraído por esse mundo, onde – acredita – encontrará seu pai. Feliz por viver segura no seu mundo nas Cavernas, Bipa era precocemente madura e costumava a falar com uma franqueza tão escancarada que às vezes chegava a ser avassaladora. Já Aer era muito diferente, estava constantemente desaparecendo e voltando nos momentos mais inesperados, alheio cada vez mais à realidade. Por que o destino irá unir pessoas tão diferentes? Neste eletrizante romance de Laura Gallego Garcia, os leitores vão conhecer uma história que reúne aventura, amor, amizade, poder, magia e muitos perigos.
Esse livro foi uma grande surpresa, peguei para ler por conta da capa que achei lindíssima e o enredo me conquistou de uma maneira única. A história é ótima e pretendo reler a história de Bipa e Aer algum dia.

Um livro GOL DE PLACA, que ganhei de presente e adorei:
Cai o pano
Autora: Agatha Christie
Ano: 1975
Páginas: 224
O detetive Hercule Poirot, já aposentado, volta com seu amigo capitão Arthur Hasting ao cenário da primeira investigação em que trabalharam juntos: a mansão Styles. agora transformada em hotel.Também hospedado na antiga propriedade está um misterioso assassino, responsável por cinco crimes sem relação aparente entre si.Esta questão conduzirá o grande detetive belga no que pode ser o caso mais arriscado de sua carreira. E talvez o último.O extraordinário talento de Poirot para desvendar o intrincado processo de mentes criminosas o leva a crer que um sexto assassinato será cometido. Mas quem será a vitima?

Sou admiradora das obras de Agatha Christie e com toda certeza esse é o livro que mais se encaixa nessa categoria. Um dos melhores livros que ganhei! 

Livros que possuem as cores da BANDEIRA do meu país:

Verde: O Destino do Tigre - Colleen Houck
Amarelo: Garibaldi e Manoela - Josué Guimarães 
Azul:  O guardião de memórias - Kim Edwards
Branco:  Desculpa se te chamo de Amor - Frederico Moccia 

Achei a Tag super criativa e adorei respondê-la.

Por hoje vou ficando por aqui,

Até a próxima!

2 comentários

  1. A tag é mesmo bem bacana. A imperatriz dos etéreos me chamou bastante atenção. Parece ser um livro bem interessante e envolvente.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lary! De fato, é um livro que chama atenção pela capa e surpreende pela história, se tiver a oportunidade leia =)
      Obrigada pela visita!

      Excluir

•Fique à vontade para dar sua opinião, sugestões e críticas (desde que com moderação e respeito, terei o maior prazer em responder :D)
• Comentários com palavrões, que incitam discriminação ou preconceito serão excluídos;
• Se quiser deixar o link do seu blog, com toda satisfação retribuirei a visita!