Slide

Um ano sabático
Páginas: 264
Autora: Renata R. Corrêa
Editora: Independente
Lançamento: 2017
Link para compra: Amazon

Quando os sonhos de Rafaela, uma jovem fisioterapeuta, se transformam em pesadelos, ela é diagnosticada com Síndrome de Burnout. De repente, nada mais em sua vida parece fazer sentido, e na busca de si mesma e da felicidade perdida ela precisará ter coragem para recomeçar do zero. No seu ano sabático, um tempo de descanso, aprendizado e recomeços, ela se redescobrirá, encontrando coisas que se perderam com o tempo e tentará resgatar a simplicidade dos valores importantes da vida. No meio dessa encruzilhada, que definirá o rumo do seu destino, ela conhecerá o amor verdadeiro. Tudo isso serão pilares fundamentais para sua recuperação e, quem sabe, para encontrar a verdadeira felicidade.

Oi gente!
Trago as primeiras impressões de uma história que acabou de sair do forno: Um ano sabático foi lançado pela Renata R. Corrêa no final de Setembro e nos conta a história  de Rafaela, uma fisioterapeuta dedicada que desde cedo lutou pela realização dos seus sonhos. Nascida numa cidade do interior, Rafaela saiu do conforto da casa dos pais para fazer faculdade em outra cidade e logo que se formou  conseguiu emprego em uma famosa clínica da cidade, alcançando o tão sonhado sucesso profissional.
Mas nem tudo acontece como ela imagina e na medida que os meses vão passando Rafaela se sente cada vez mais cansada, devido a crescente demanda da clínica e cobranças da sua chefe. Além do acúmulo de trabalho, seu relacionamento não anda nada bem por conta da insistência de Bruno em casar e ter filhos. Sentindo-se exausta da rotina que estava levando, Rafaela sofre um colapso nervoso que a leva para o hospital. Em meio às lágrimas e o descontrole emocional, ela recebe o diagnóstico que está com a Síndrome de Burnot, um esgotamento físico com sintomas semelhantes à ansiedade e depressão e se quisesse restabelecer sua saúde teria que realizar drásticas mudanças em sua rotina e consequentemente na sua vida. 
Há tempos, as coisas haviam deixado de fazer sentido em minha vida, e no fundo eu sabia que o trabalho excessivo era o grande culpado. Ouvir aquilo tudo foi o começo do fim.
 Com isso o ano sabático de Rafaela se inicia e ela está determinada a se desfazer de tudo o que era responsável por sua opressão: ela deverá tomar decisões difíceis que envolvem sua vida profissional, seus planos e seus relacionamentos.
Meu ano sabático estava começando e com ele o fim de muitas coisas. Um fim para um recomeço.

Concluí o quinto capítulo e a leitura está fluindo naturalmente com a narrativa pelo ponto de vista de Rafaela, que se mostrou muito corajosa diante das escolhas que fez para priorizar a sua saúde. A temática é muito oportuna e facilmente aplicável à nossa realidade, pois quem nunca conheceu alguém ou até mesmo se sentiu como Rafaela em algum momento da vida? 
Ainda não conhecia sobre a Síndrome de Burnot e a história traz informações precisas e esclarecedoras sobre a doença e admiro a atitude da autora em falar de um tema tão pertinente nos dias de hoje.  A diagramação está linda, tão característico dos livros e e-books da Renata.
Quero saber qual será o desfecho de Rafaela e continuar aprendendo com a personagem e a história a importância de valores como a resiliência, esperança e o recomeço, quantas vezes for necessário. 
Preciso voltar a sonhar. 
A obra está concorrendo ao prêmio Kindle de literatura e quem adquirir o livro e avaliar na Amazon até dia 25 de Outubro estará concorrendo a um Kindle! Basta clicar aqui e se inscrever!

Espero que tenham gostado, em breve sairá a resenha!
Beijos!

Compartilhe com os amigos

Comente pelo Facebook!

2 Comentários

  1. Obrigada, querida, pelo carinho comigo e com minhas obras!

    ResponderExcluir
  2. É sempre um prazer ler e resenhar seus livros Renata...Beijos!

    ResponderExcluir

•Fique à vontade para dar sua opinião, sugestões e críticas (desde que com moderação e respeito, terei o maior prazer em responder :D)
• Comentários com palavrões, que incitam discriminação ou preconceito serão excluídos;
• Se quiser deixar o link do seu blog, com toda satisfação retribuirei a visita!