Tecnologia do Blogger.

{Livro} Sob os fogos de Copacabana - Projeto Quatro Literários

Sob os fogos de Copacabana
Páginas: 261
Gênero: Romance
Formato: E-book
Editora: Independente
Adquira o livro: Amazon 
Lançamento: 2017
Avaliação:    [5/5]

Autor : Renata R. Corrêa, Bernadete Estanini, Edna Nunes, Marcelo Segala

Em “Sob os fogos de Copacabana”, você conhecerá histórias sobre encontros, desencontros, amizades, dramas familiares e, principalmente, amor.Talvez o destino seja capaz de influenciar em nossas decisões, traçar nossos caminhos e determinar quem deve entrar em nossas vidas, e até quando. Ou seremos nós, capazes de mudar o rumo do que está por vir?
Sob os fogos de Copacabana é uma coletânia de contos produzida de forma independente e é fruto do projeto "Quatro Literários", onde você pode encontrar mais informações aqui.
Ambientado no Rio de Janeiro, mais especificamente no Reveillon de Copacabana, somos apresentados a quatro casais que mostrarão a magnitude do amor nos altos e baixos da vida e a importância de recomeçar quantas vezes for necessário.
Vou falar um pouco de cada história na ordem que são apresentadas ao leitor:

- As voltas que a vida dá (Renata R. Corrêa)
Max é um homem no auge de seus 30 anos que vem refletindo o rumo que sua vida tomou: diferente do que imaginou na adolescência, a vida adulta não lhe reservou o ápice  profissional ou financeiro e o que mais lhe incomoda é o fato de não ainda não ter constituído sua tão sonhada família.
Tudo começa a mudar para o rapaz quando ele descobre que a empresa que trabalha será vendida e sofrerá várias mudanças no quadro de funcionários. O que deveria ser motivo de sua preocupação se transforma no motivo da real felicidade de Max: ele descobre que Alana, seu grande amor do passado está trabalhando no mesmo lugar que ele e que o sentimento que nutria por ela está tão vivo como nos tempos de adolescência, época em que foram separados por uma peça pregada pelo destino. A chegada de Alana muda totalmente a vida de Max, que está disposto a retomar a história interrompida dos dois. Mas será que Alana deseja reviver o passado, ou já tem outra pessoa em sua vida? Além das perguntas que invadem sua mente, Max ainda terá que lidar com uma ex-namorada ciumenta que não vai facilitar a reaproximação dos dois. Será que a vida será generosa com o casal dessa vez?

 - Uma segunda chance (Bernadete Estanini)
Jéssica é uma mulher com marcas profundas causadas pela dor da perda. Seu marido se foi de forma precoce por conta de um câncer, deixando-a sozinha para cuidar dos dois filhos pequenos. Ainda passando pelo processo do luto, Jessica resolve por em prática um antigo sonho de Fernando ao mudar de cidade com os filhos e abrir uma cafeteria no interior.
Em Pinhais do Sul, ela conhece novas amizades e também Alan, diretor da escola dos seus filhos que lhe passa a impressão de ser um homem frio, além de ser dono de um olhar triste e sombrio. Logo ela descobre que o reservado diretor possui cicatrizes semelhantes a dela, pois também perdeu a esposa há pouco tempo. Apesar da relação dos dois ser apenas de mãe de aluno/diretor, ambos começam a perceber um sentimento comum que vai além da dor perda de entes queridos, mas isso não quer dizer que  esse sentimento será facilmente aceito. Numa história que nos mostra a arte do recomeço, aprenderemos com Alan e Jessica que seguir em frente nem sempre é um caminho fácil, mas é recompensado quando estamos dispostos a dar uma segunda chance a nós mesmos, à vida e consequentemente ao amor.

- A busca incessante (Marcelo Segala) 
Toni se considera um homem de sorte por ter Leticia em sua vida. Juntos desde a faculdade, ambos cultivam uma vida feliz ao lado da filha Julia. Tudo corre bem até que Leticia descobre um grave tumor na cabeça e que lhe restam apenas seis meses de vida.
Desolado com a morte da esposa,  a criação da filha se torna escape para Toni e um novo relacionamento é algo impensável pelo jovem viúvo.
Mas a vida lhe reserva grandes surpresas e durante uma de suas idas rotineiras à praia, Toni conhece Simone, que o deixa encantado desde o primeiro momento em que a vê. No entanto, ela desaparece da mesma forma repentina que surgiu, deixando para trás um homem intrigado e ávido por saber mais sobre a única mulher que mexeu com seus sentimentos depois de tanto tempo.
Junto da filha, Toni inicia uma "busca implacável" por uma pessoa de quem conhece apenas o nome. O que será que os mágicos fogos de Copacabana reservaram para esse improvável casal?

- Era simplesmente amor (Edna Nunes)
E para encerrar com chave de ouro, somos apresentados no último conto ao casal Liz e Alex,  responsáveis por nos mostrar o sublime e o humano, o perfeito e o imperfeito. A história dos dois inicia em uma festa quando se conhecem e se apaixonam quase instantaneamente. Com o passar dos dias os dois se tornam inseparáveis, mas à medida que o amor aumenta, as brigas e os desentendimentos também aparecem e é inegável que ambos precisam amadurecer para levar o relacionamento à frente.
Sem aguentar mais as discussões, os dois decidem dar um tempo no relacionamento e se reencontrarem alguns anos depois na praia de Copacabana, para que nesse tempo ambos pudessem crescer e amadurecer atitudes muitas vezes equivocadas.  Imprevisível como a vida é, uma grande surpresa é reservada para o dia do reencontro do casal, que, confesso, me deixou impactada e encerrou de maneira mais que especial essa coletânea que me conquistou desde a primeira palavra.
Essa foi mais uma leitura muito gratificante de concluir. A narrativa, os diálogos e os personagens são cativantes e mesmo com a temática predominante ser as comemorações de fim de ano, as histórias passam mensagens que vão mais além.

Te convido através desse livro a embarcar nas voltas que a vida dá e através das histórias  preservar a disposição de dar uma segunda chance ao amor. Jamais desanime mesmo que para encontrá-lo seja necessário fazer uma busca incessante! Quando encontrar a pessoa certa você verá que tudo valeu a pena, por viver simplesmente o amor na sua forma mais bela e genuína. 

Beijos e até a próxima!

{20 Coisas} Amigo secreto entre blogs - Troca de Cartas

Oi gente!
O Projeto 20 Coisas no final do ano realizou mais uma ação, uma espécie de "amigo secreto virtual" através da troca de cartas entre os doze blogs participantes. Essa foi a terceira ação oficial do projeto e para saber mais e ter acesso a atividades anteriores do grupo, basta clicar aqui.
Sem mais delongas, vou apresentar para vocês minha amiga secreta, que me mandou uma cartinha linda, cheia de capricho e carinho.
 A Hanna é dona do Mundinho da Hanna, onde ela aborda assuntos principalmente literários. É bióloga, está para começar um doutorado (sonho!) e mora na Cidade Maravilhosa. Ao longo da carta pude saber um pouco mais sobre sua vida, rotina e ainda descobri que temos mais em comum do que a temática dos nossos blogs: temos dois autores parceiros em comum e um dos gêneros que mais gostamos de ler e resenhar é fantasia!
Amei cada trechinho da carta e todos os mimos que recebi e só tenho a agradecer a Hanna e às demais meninas do projeto, por me permitirem participar dessa iniciativa tão legal que proporciona crescimento à todos os envolvidos.
Ah! Não podia esquecer de mencionar que eu tirei a querida Michelle do Blog Michellândia, que tal dar uma passadinha no blog dela e das outras meninas para conferir as demais cartas?

Outras Participantes:
♥ Andy Vieira – Divagações de Leitora
♥ Claudia Leonardi – Mãe Literatura
♥ Clíssia Ramos – Clis Makup
♥ Hanna Carolina – Mundinho da Hanna (Quem me tirou ♥)
♥ Heloisa Lofrano – Onde Cê Vai Loko?
♥ Juliana Brochini – Juliana Brochini
♥ Juliana Passerini – Descomplica os Trinta
♥ Karen Peressuti – Férias pra Ontem
♥ Michelle Graça – Michellândia (Quem eu tirei ♥)
♥ Tatiane Carneiro – Tatiane C de Souza
Tatiane Santana – Escritora de Quinta

Tirei várias outras fotos da minha cartinha e postaria todas sem nenhum problema, mas para o post não ficar muito extenso, vou ficando por aqui! KKK
Como esse é a primeira postagem do ano, desejo a todos você um ano de muita paz, alegria e realizações (parafraseando a Hanna, na carta). Que não nos falte fé, força e principalmente esperança para acreditar em nossos sonhos e torná-los realidade.
Um 2018 de muita luz!

Beijos.