Tecnologia do Blogger.

Poema de Quinta - No ano 3000


No ano 3000
os homens já vão ter
se cansado das máquinas 
e as casas serão novamente românticas.
O tempo vai ser usado sem pressa:
gerânios enfeitarão as janelas,
amigos escreverão longas cartas.
Cientistas inventarão novamente
o bonde, a charrete.
Pianos de cauda encherão as tardes de música
e a Terra flutuará no céu
muito mais leve, muito mais leve.


(Roseana Murray)

O Significado do Natal


A Noite de Natal é comemorada por muitas famílias em todo o mundo. É uma data tão influente que até os não simpatizantes pela época acabam, de alguma forma, participando dela. Dezembro é um mês muito agitado e muitas vezes ao serem questionadas sobre o significado do Natal as pessoas o resumem em uma data propícia à confraternizações e troca de presentes. Mas essa data é mais que uma época onde enfeitam-se as casas ou presenteia-se amigos e familiares.
Às vezes é difícil saber qual presente mais agradará nossos entes queridos e nesse momento é necessário lembrar que o melhor presente que alguém pode receber é Jesus: O aniversariante e grande protagonista do dia 25 de Dezembro.
Apesar de não ser a data exata de seu nascimento, o dia foi escolhido para representar a solução de Deus para a humanidade. Conforme escrito em João 1:1, com seu nascimento o verbo se fez carne e habitou entre nós para nos reconciliar com Deus Pai.
Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores. (Rm. 5:8)
P.S.: Recebi o vídeo abaixo por uma rede social  e achei que retrata bem o post, por isso decidi compartilhar com vocês.


Desejo a todos um Feliz Natal!!!
Beijos,

Até mais!

Wishlist de Natal


Com a chegada de Dezembro e suas datas comemorativas, hoje resolvi trazer uma lista com alguns itens que gostaria de comprar/ganhar esse mês.
Apesar de atribuir ao Natal um significado que vai além da simples troca de lembranças (Is. 9:6) é sempre bom dar e receber presentes de quem gostamos não é?
Vamos então aos itens escolhidos:

Se identificaram com algum item? 
Vou ficando por aqui,
Au Revoir!


Tag - 3 coisas


Olá pessoal!
 Por esses dias vi essa tag em alguns blogs e também senti vontade de responder. Como o nome já diz, consiste  em indicar três itens para cada pergunta feita sobre diversos temas.
Então, vamos às respostas?


• 3 coisas que dão medo
 - Cachorros (sim!)
 - Filmes de Terror
 - Animais rastejantes

• 3 coisas que me dão preguiça
 - Fazer exercícios físicos
 - Pessoas superficiais
 - Minha cama (hehe)

• 3 coisas que eu gosto
 - Frio
 - Espontaneidade
 - Observar o céu ♥

• 3 coisas que eu não gosto
 - Egoísmo
 - Ingratidão
 - Mentiras

• 3 coisas que eu sei fazer
 - Listas, listas e mai listas
 - Escrever com as duas mãos
 - Procrastinar ¬¬

• 3 coisas que eu não sei fazer
 - Falar outro idioma (por enquanto)
 - Desenhar
 - Disfarçar minhas expressões faciais

• 3 melhores comidas
 - Pizza!
 - Batata frita ♥
 - Doces

• 3 piores comidas
 - Camarão
 - Beterraba
 - Mamão
• 3 melhores redes sociais
 - Skoob
 - Instagram
 - Twitter

• 3 piores redes sociais
 - Facebook (ever)
 - Snapchat
 - Google +

• 3 melhores bebidas
 - Sucos naturais
 - Café
 - Refrigerante

• 3 piores bebidas
 - Chá
 - Leite (puro)
 - Suco de graviola

• 3 coisas que me acalmam
 - Silêncio
 - Fim de tarde
 - Natureza

• 3 coisas que me estressam
 - Qualquer tipo de injustiça
 - Música alta
 - Não ter tempo pra fazer o que quero

• 3 coisas que quero fazer em breve
 - Viajar sozinha
 - Me formar
 - Iniciar uma pós graduação

• 3 coisas que eu quero
 - Câmera fotográfica
 - Telescópio
 - Impressora nova.

Vou ficando por aqui,
Até a próxima!

Falling in Your arms again - Melissa Otto


Se existe um fato incontestável na vida é o de que o ser o humano é falho. Por mais que a gente tente, sempre haverá algo a ser aprimorado em nossa personalidade, afinal, ninguém é perfeito.  Por esse motivo, muitas vezes nos deparamos com sentimentos desagradáveis por esperar das pessoas algo que elas não podem oferecer. Existem momentos em que a palavra amiga e o apoio que tanto esperamos para ajudar a superar as intempéries da vida não chegam e a decepção começa a tomar o lugar que um dia foi ocupado pela esperança.
A canção que resolvi trazer hoje traz a situação inversa da que citei, pois aborda a tranquilidade  de quem deposita sua confiança em Deus em momentos difíceis.
Além da letra, a canção possui uma melodia inspiradora e tranquilizante.
Assistam o vídeo:


Letra e tradução:
"Mas quem me der ouvidos habitará em segurança e estará tranquilo, sem receio do mal.(Pv. 1:33)"

Até a próxima!

Pendurando planos, abraçando sonhos

Imagem


















  
Essa crônica foi retirada do livro "Da boca pra dentro" da escritora Yohana Sanfer. Saiba mais sobre a obra na página do livro. Todos os direitos reservados a autora ©. 
O vento que passou por aqui me descabelou. Rodou minha saia e os pensamentos. Bagunçou as ideias arrumadinhas, sacudiu o meu querer. Levou embora minhas perguntas, driblou minha mania de certezas e afagou minha sede de respostas.
Como brisa que amansa com o tempo, beijou-me os cabelos e acolheu os meus receios. Falou em meu ouvido e me bordou asas grandes. Velou meu sono e me ajudou a levantar cedinho. Vento feito passarinho. Mandou meu medo voar.
Varreu as dúvidas que prendem os passos, limpou a poeira que a ilusão deixou. Vento brando mas certeiro. Vento sem pressa mas revelador. Deixou vírgulas fora de lugar e reticências em lugar de ponto final. 
Fosse o vento algo palpável, me daria a mão. Ajudaria a criança em mim a atravessar a rua e as fases de impasses desta vida.
Vento bom que me inspirou. Levantou a folhagem do meu quintal feito manhã de outono. Sua festa sacudiu o meu varal. Espalhou pelo chão as estrelas que eu pendurei. Disse que vontade que nasce no peito tem que vir do chão e criar raiz.
Obedeci ao vento, me rendi como aprendiz. Estou pendurando planos e abraçando sonhos. Estou rasgando listas e multiplicando vontades. Largando as bordas do que conheço e indo ao encontro do que ainda não vi.
Estou deixando de temer pelo futuro e botando fé naquela intuição gostosa que diz que ele pode ser bom. Deixo de seguir por caminhos já trilhados e de me guiar pelo que esperam de mim. Desato os nós dos desejos sbafados por dentro e curso os ditados pelo coração.
Minha bagagem está cheia do brilho da imaginação. Cheia de uma paz conquistada e de uma alegria ousada. Cheia de tempo pra ser inteira e pra olhar ao redor.
E não abandono a razão que existe em mim. Meus passos são conscientes. Meu jogo é pra ganhar. Visto o meu sorriso, perco minhas chaves, me desfaço de mapas, me jogo na berlinda da vida e vou. E voo.
O vento que passou por aqui me ensinou a voar. Um vento chamado coragem.

A reflexão através da arte


Imagem













 Se existe algo extremamente positivo na internet é o incentivo ao pensamento de várias formas, a exemplo disso temos a veiculação de tirinhas humorísticas que expressam através de seus textos mensagens críticas e meditativas. 
Hoje decidi trazer algumas tirinhas que representam muito bem esse segmento tão interessante interligando o pensamento à arte:

Bichinhos de Jardim - A autora busca trazer nesses cativantes quadrinhos situações cotidianas de forma simples e bem humorada, arrancando boas risadas do leitor:

Site da autora
Armandinho -  Um dos personagens mais conhecidos do segmento atualmente, Armandinho se mostra uma criança muito esperta capaz de opinar sobre os mais diferentes temas.

Página no facebook













Caio, o pardal pensativo - Outro personagem que faz muito sucesso nas redes sociais é esse pardalzinho subversivo, que sempre aparece com um ponto de vista pertinente sobre os tempo atuais.
Conheça o pardal no Facebook
Ricardo Siri Linieres - Descobri essa página por acaso e foi uma das melhores descobertas do ano. O autor dos quadrinhos possui mais de 20 livros e 3600 desenhos publicados em vários países, um acervo repleto de humor e sensibilidade abordando os mais diversos assuntos do seu país e do mundo.
"Você tem Facebook?" "Não." / "Instagram?" "Não." /"Twitter?" "Não."/ "Snapchat?" "Não." / "Whatsapp?" "Não." / "E o que você tem?" "Tempo."
Saiba mais no site do autor.

Bônus: Mafalda  - Como abordar esse assunto e não falar numa das personagens mais famosas e geniais das tiras humorísticas? Mesmo com o passar dos anos (a personagem foi criada em 1962) os questionamentos feitos por essa menina revolucionária perduram até hoje. Mafalda é  simplesmente fantástica!
"Hoje saiu no jornal uma notícia deprimente. Em todo o mundo trabalham 43 milhões de meninos em más condições." / "Você percebe?! É um relatório da Organização de Trabalho e o que sei eu! 43 milhões de meninos devem trabalhar para viver!
"E? Temos nós a culpa? Não! Podemos solucionar semelhante problema? Não! A única coisa que podemos fazer é nos indignar e dizer: Que barbaridade!"
"QUE BARBARIDADE!"
"Pronto. Diga você também Que barbaridade, assim nos despreocupamos desse assunto e poderemos jogar em paz."

Certas mensagens nos dão um choque de realidade e isso é simplesmente admirável.

Vou ficando por aqui, 

¡Hasta luego!

Li até a página 100 e... - Cartas a Amélia

Cartas a Amélia - Pedro Costi

Primeira frase da página 100:
"Ele veio em silêncio, sentou-se em silêncio, pensou em silêncio e se foi em silêncio, ouvindo o silêncio."

De que se trata o livro?
Consiste em um somatório de cartas que Pierre escreve para sua amada Amélia, narrando os fatos ocorridos numa viagem nada convencional realizada por ele sem destino traçado e em busca  de algo desconhecido até por ele mesmo.

O que está achando até agora?
O livro é capaz de arrebatar o leitor tanto pela história diferente quanto pela narrativa poética, leve e sensível da primeira à última página. As diversas indagações feitas por Pierre ao longo da história nos induz a reflexão fazendo com que suas mensagens ultrapassem as fronteiras da ficção. Sem falar na capa, que é linda traduz exatamente o enredo do livro.

O que está achando do personagem principal?
Pierre é sem dúvida um dos protagonistas mais diferentes que pude conhecer. Suas atitudes, visão de mundo e até seus questionamentos fazem do seu jeito - poeta - de ser algo único. O autor conseguiu construir o personagem e seus devaneios de forma bastante convincente.

Melhor quote até agora:
"Estou sentado em um banco da praça, esperando. Não sei bem pelo quê. Sinto como se algo estivesse inerte, pairando no ar que respiro, premeditando. É curioso, porque não tenho pelo que esperar. Talvez seja teu abraço, talvez seja uma tulipa. Talvez, talvez, talvez. Minha cabeça é cheia de 'talvez' e vazia de certezas. Nada é em ordem. Mas não é assim, tão assim, a vida?"

Vai continuar lendo?
 Sem sombra de dúvidas!!

Última frase da página:
"Espero que te agrade."

Quem quiser maiores informações, é só acessar o link do livro no Skoob.

Abraços!

Essa tag foi criada pelo blog Eu leio eu conto.

Série - Scorpion


Comecei a assistir essa série por indicação de um amigo e desde então não consegui parar. O seriado nos conta a história de Walter O'Brien, portador do quarto maior QI (Quociente de Inteligência) já registrado: 197 pontos, ultrapassando o próprio Einstein, que alcançou 160.
Depois de passar anos sendo monitorado pelo agente Cabe Gallo do FBI por conta de uma 'travessura' de infância (ele hackeou o sistema da NASA!), Walter corta relações com tudo que é ligado ao Governo pois um programa criado por ele é utilizado para um objetivo totalmente diferente do original. Ele decide então criar uma equipe composta de gênios para combater ameaças mundiais.
Imagem
As habilidades de cada integrante se complementam, fazendo com que os problemas sejam resolvidos de forma ágil e eficiente (pelo menos na maioria das vezes, rs). Cada um possui um talento específico:
Walter além de ser o líder da equipe, também tem habilidade com softwares e novas tecnologias.
Toby é um grande behaviorista e consegue realizar uma análise comportamental detalhada de qualquer um dentro de minutos.
Happy é um prodígio da mecânica, capaz de criar, consertar e modificar os equipamentos mais complexos.
Sylvester é um gênio da matemática e resolve cálculos enormes em segundos, além da capacidade de memorização de várias sequências lógicas.
Paige é o elo de ligação entre o grupo e as 'pessoas normais', já que gênios possuem dificuldades de relacionamento interpessoal. Em contrapartida, eles a auxiliam com seu filho Ralph,  que apesar da pouca idade já foi identificado pelos demais como um gênio.
Ainda temos Cabe Gallo, que consegue se reaproximar de Walter e sempre tem novos casos para o grupo.

O que achei mais interessante na série foi que apesar de mostrar a agilidade do grupo diante de emergências, cada integrante possui suas limitações principalmente no processo de socialização com outras pessoas.
Traumas, relacionamentos complicados, questões mal resolvidas do passado e até do presente nos mostram os dramas vividos por cada personagem, tudo de forma equilibrada sem que a ideia central da série seja deixada de lado.
Para quem gosta de ação, humor inteligente e desafios complexos, Scorpion consegue reunir todos esses aspectos com bastante competência, nos deixando curiosos para saber qual será o próximo problema a ser resolvido por esse 'estranho' time.

 

Ficha Técnica
Estreia: 2014
Temporadas: 2
Episódios: 46
Emissora: CBS
Duração média: 42 minutos

Assistam! =D

Até a próxima! ;*

Música - Te dejo ganar (Adrián Romero)

Imagem: Unsplash

A postagem de hoje é bem rápida, já que estou trazendo a indicação de uma música que venho escutando muito desde...sempre. :D
Existem canções que tem o poder de transportar o ouvinte para outros lugares, muitas vezes por conta da melodia contagiante ou até mesmo devido à uma mensagem inspiradora. 
Posso dizer com convicção que a indicação de hoje possui esses dois aspectos! =D


A música tem como temática principal o amor. Mas não o amor  no âmbito das relações humanas, limitado e imperfeito, mas de um sentimento genuíno, capaz de transformar as pessoas que por ele são alcançadas: O amor de Deus!

Espero que tenham gostado.
Até mais!  

Poema de Quinta - Ausência

Imagem - Unsplash
Por muito tempo achei que a ausência é falta.
E lastimava, ignorante, a falta.
Hoje não a lastimo.
Não há falta na ausência
A ausência é um estar em mim.
E sinto-a, branca, tão pegada, aconchegada nos meus braços,
que rio e danço e invento exclamações alegres,

porque a ausência, essa ausência assimilada,
ninguém a rouba mais de mim.

Carlos Drummond de Andrade , "Obra poética", Volumes 4-6. Lisboa: Publicações Europa-América, 1989.

Projeto Cultural - Geladeira do Conhecimento



Descobri por esses dias um projeto muito criativo mantido em um dos parques ambientais da minha cidade, denominado "Geladeira do conhecimento". Idealizado peça superintendência de Meio Ambiente e o Rotary Club (ambos do município), o projeto tem como objetivo disseminar o hábito da leitura através da reutilização de geladeiras usadas que serão transformadas em bibliotecas, compostas por livros doados pela própria comunidade beneficiada.
Segue abaixo algumas fotos do projeto:

Tag - Skoob



Olá Pessoal!

Vi em alguns blogs literários uma tag muito interessante relacionada ao Skoob, rede social que todo amante dos livros já ouviu falar pois possibilita ao usuário organizar suas leituras, manter-se atualizado sobre o mundo literário e ainda fazer novas amizades.
Baseada em algumas funcionalidades do site, a tag consiste em responder algumas perguntas sobre minhas leituras atuais e futuras.
Vamos às respostas!

1 - Quantos livros lidos você tem na sua aba LIDO no Skoob?
Atualmente tenho 154 livros lidos.

2 - Qual livro está lendo?
Estou lendo "Meu coração e outros buracos negros", da autora Jasmine Warga.

3 - Quantos livros tem na sua aba VAI LER?
São 153 livros, mas essa é uma estatística em constante crescimento, rs.

4 - Você está relendo algum livro? Qual?
Não estou relendo nenhum livro e confesso que não é um hábito muito praticado por mim.

5 - Quantos livros você já abandonou? Quais são eles?
Abandonar mesmo só teve um: "Um dia", do David Nichols.

6 - Quantas resenhas você tem cadastradas no Skoob?
Tenho apenas duas resenhas catalogadas.

7 - Quantos livros avaliados você tem na sua lista?
Todos os livros lidos por mim foram avaliados. Logo, tenho 154 livros avaliados.

8 - Na aba FAVORITOS, quantos livros você tem registrados? Quais?
Tenho 14 livros favoritados: 

9 - Quantos livros você tem na aba TENHO?
Tenho 51 livros físicos, sem contar os livros que possuo no Kindle.

10 - Quantos livros você possui na aba DESEJADOS?
Seis livros apenas.

11 - Quantos livro emprestados no momento? Quais?
Nenhum livro emprestado no momento.

12 - Você quer trocar algum livro? Quais são?
Também não tenho nenhum livro que queira trocar.

13 - Na aba META, quantos livros você tem marcados? Cumpriu essa meta?
Existem 12 livros, no entanto estou "atropelando" a meta com outros títulos, por isso ainda não cumpri a meta.

14 - Qual é o número do seu paginômetro?
37.289 

15 - Qual é o link do seu perfil no Skoob?


Bem, é isso. Até a próxima!

Poema de Quinta - Eu, Etiqueta


Em minha calça está grudado um nome 
que não é meu de batismo ou de cartório,
um nome... estranho. 
Meu blusão traz lembrete de bebida 
que jamais pus na boca, nesta vida.
Em minha camiseta, a marca de cigarro

que não fumo, até hoje não fumei. 

Minhas meias falam de produto 

que nunca experimentei 
mas são comunicados a meus pés. 
Meu tênis é proclama colorido 
de alguma coisa não provada 
por este provador de longa idade. 
Meu lenço, meu relógio, meu chaveiro, 
minha gravata e cinto e escova e pente, 
meu copo, minha xícara, 
minha toalha de banho e sabonete, 
meu isso, meu aquilo, 
desde a cabeça ao bico dos sapatos, 
são mensagens, 
letras falantes, 
gritos visuais, 
ordens de uso, abuso, reincidência, 
costume, hábito, premência, 
indispensabilidade, 
e fazem de mim homem-anúncio itinerante, 
escravo da matéria anunciada. 
Estou, estou na moda. 
É duro andar na moda, ainda que a moda 
seja negar minha identidade, 
trocá-la por mil, açambarcando 
todas as marcas registradas, 
todos os logotipos do mercado. 

Livro - Cai o Pano (Agatha Christie)



Título: Cai o Pano
Autora: Agatha Christie
Editora: Nova Fronteira
Páginas: 217
Avaliação✮ ♥ [Favorito]
O Detetive Hercule Poirot, já aposentado, volta com seu amigo capitão Arthur Hastings ao cenário da primeira investigação em que trabalharam juntos: a mansão Styles, agora transformada em hotel. Também hospedado na antiga propriedade está um misterioso assassino, responsável por cinco crimes sem relação entre si. O extraordinário talento de Poirot para desvendar o intricado processo de mentes criminosas o leva a crer que um sexto assassinato será cometido. Mas quem será a vítima? Esta questão conduzirá o grande detetive belga no que pode ser o caso mais arriscado de sua carreira. E talvez o último.
"Cai o Pano" foi último livro escrito por Agatha Christie, sendo assim o responsável por encerrar comchave de ouro a carreira da escritora que é considerada ícone da literatura policial estrangeira. O livro me conquistou logo nas primeiras páginas, com um enredo que prende o leitor do início ao fim.
 Nesse livro Hercule Poirot, personagem protagonista de vários outros romances de Agatha, encontra-se debilitado e doente, o que impede de exercer suas atividades de detetive de forma plena e eficaz em um novo caso que se inicia. Por isso, ele convida seu companheiro de longa data Arthur Hastings para ajudá-lo, que segundo ele será "seus olhos e ouvidos" dentro da mansão Styles, cenário da primeira investigação deles há muitos anos e que agora se torna palco de um  novo e complexo mistério.

Comovido com o estado do amigo, Hastings se dispõe a seguir as orientações de Poirot e sua primeira atitude foi expor ao companheiro o histórico de cinco crimes distintos, aparentemente sem nenhuma ligação. Contanto a astúcia do detetive belga prova o contrário: todos os crimes foram executados pelo mesmo assassino e da mesma forma. Tal descoberta irá contribuir para desvendar o enigma que ronda a mansão (transformada em hotel) Styles e o mais importante, impedir que outro crime venha a acontecer.
Com o passar do tempo, Hastings vai conhecendo a personalidade dos moradores e junto com seu companheiro tenta desvendar a incógnita que se forma cada vez que se aproximam da resolução.

Hastings possui uma missão difícil à executar: observar todos os inquilinos sem despertar suspeitas e ainda  reatar a relação de parentesco com sua filha Judith, que também está hospedada no local à trabalho e que não tem a menor intenção de se reconciliar com o pai.

A leitura flui rapidamente e os acontecimentos no decorrer da história só fazem aumentar a curiosidade em saber quem de fato é o assassino. A narrativa é em primeira pessoa, sob o ponto de vista de Hastings, um personagem que simpatizei bastante. Cheguei a arriscar alguns palpites, mas o desfecho superou todas as expectativas, que não ficaram restritas apenas à resolução do mistério. Como o livro relata sobre o último caso de Poirot, o final dos protagonistas também foi surpreendente, fazendo com que os leitores que admiram o gênero não esquecessem tão cedo esses personagens marcantes.
O livro é mais que recomendado, principalmente para aqueles que estão dispostos a embarcar em uma narrativa repleta de emoção, aventura e surpresa.

Abraços
E até a próxima!

Livro - Renúncia


Título: Renúncia - Suas escolhas definem seu futuro
Autores: Luaran Lins e Carlos de Bayma
Editora: CPAD
Páginas: 96
Avaliação 
Sinopse: Conheça a história de Nanda, uma menina que participava ativamente do grupo musical da sua igreja que ao entrar na Universidade é seduzida por drogas, sexo e álcool e agora precisa encarar a escolha de sua vida: Renunciar a Deus ou o mundo.Com um final impactante, Renúncia vai emocionar muitos que ainda não decidiram qual caminho tomar. E você, o que renunciaria?


Nos últimos anos, a literatura cristã vem conquistando espaço no mercado e o número de leitores adeptos dessa categoria vem crescendo consideravelmente. Renúncia, lançado pela CPAD, integra o gênero da ficção, mas em suas páginas estão contidas lições que vão além da teoria, reavaliando questões essenciais como a importância da família e os valores que regem a sociedade atual.   
        O livro conta a história de Ane e Fernanda, duas amigas que congregam na mesma igreja e compartilham do mesmo objetivo: ingressar no tão sonhado ensino superior. Conquistada a aprovação, em pouco tempo as garotas já estão familiarizadas com a rotina universitária e com esforço conseguem conciliar os estudos e as atividades do grupo musical de que fazem parte. O entusiasmo é perceptível no semblante alegre das duas, tudo por conta da realização de um grande sonho.
        Poucas coisas são capazes de tirar o sorriso de Nanda com exceção de seu pai Arthur, que sempre desconta na família todo o estresse adquirido numa jornada cansativa de trabalho, desgastando a todos com discussões desnecessárias. O alvo dele é o ministério da filha, alegando que o grupo de louvor só faz dispersá-la na busca do seu diploma. Como a frequência de brigas vem aumentando, não são poucas as vezes que ela chega na faculdade em prantos. Em uma dessas ocasiões Eduarda, a garota mais popular do local  a avista e logo procura saber o que está acontecendo e as duas começam a cultivar uma singela amizade. Apesar da afinidade crescente, o cotidiano tranquilo de Nanda vai de encontro com a rotina de festas de Duda: Pertencendo à uma família de classe média, dona de uma alegria contagiante, ela vê na amizade recém estabelecida uma nova companhia para compartilhar suas aventuras. 
         Os convites da parte de Duda ficam mais frequentes e torna-se cada vez mais difícil recusá-los, até que Nanda é  convencida a trilhar uma jornada repleta de novas experiências que a seu ver, só lhe trará benefícios. Ane, que até então era sua melhor amiga, observa que ela está mais distante, passando por mudanças drásticas de comportamento e que a obra de Deus deixou de ser prioridade  em sua vida.
           A partir daí, perguntas inevitáveis começam a surgir: Qual será o destino de Nanda? O que ela vai escolher renunciar? E Ane, irá apoiar a sua decisão? Indagações respondidas em um final surpreendente e impactante, nos induzindo à reflexão sobre os efeitos das nossas escolhas, tanto em nós quanto nas pessoas que nos rodeiam. Escrito em terceira pessoa, o livro permite compreender  de forma ampla o universo dos protagonistas e personagens secundários, analisando sob perspectivas diferentes o problema apontado na história. A diagramação é simples e a leitura flui com facilidade. Só fica devendo na questão dos diálogos, que poderiam ser melhor estruturados e a narrativa conter um pouco mais de profundidade. Leitura recomendada a todos, principalmente aos jovens cristãos por conter muitas orientações para uma vida plena com Deus.
          O livro possui uma adaptação cinematográfica que está representada na capa do livro. Deixo abaixo o trailer do filme para deixar vocês com mais vontade de conhecer a história:



Vou ficando por aqui,

Até a próxima!